,

Jornalista Rafael Henzel será homenageado

A Federação Catarinense de Futebol irá homenagear a memória do jornalista Rafael Henzel nomeando os troféus que premiarão campeão e vice da Copa Santa Catarina SICOOB 2019 de troféus “Jornalista Rafael Henzel”. A competição conhecerá seus finalistas no próximo domingo (10) e a grande decisão será no dia 24 de novembro. Marcílio Dias, Brusque, Tubarão e Avaí disputam o título.

Rafael Henzel foi narrador esportivo da Rádio Oeste Capital, onde exercia com brilhantismo as funções de cronista esportivo e faleceu no dia 26 de março, em decorrência de um infarto fulminante após uma partida de futebol com os amigos.

O radialista esportivo foi um dos seis sobreviventes, único jornalista, do desastre aéreo com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para a disputa final da Copa Sul-Americana de Futebol, na Colômbia em novembro de 2016, vitimando 71 pessoas, entre elas o ex-presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho.

Casado e pai de um filho, Rafael Henzel tinha 45 anos e procurava transmitir sua inabalável fé pela vida em constantes palestras e no livro que escreveu “Viva como se estivesse de partida”, transformando-se  num dos símbolos da reconstrução da Associação Chapecoense de Futebol, após a tragédia que abalou o mundo.

,

Jornalista Rafael Henzel será homenageado

A Federação Catarinense de Futebol irá homenagear a memória do jornalista Rafael Henzel nomeando os troféus que premiarão campeão e vice da Copa Santa Catarina SICOOB 2019 de troféus “Jornalista Rafael Henzel”. A competição conhecerá seus finalistas no próximo domingo (10) e a grande decisão será no dia 24 de novembro. Marcílio Dias, Brusque, Tubarão e Avaí disputam o título.

Rafael Henzel foi narrador esportivo da Rádio Oeste Capital, onde exercia com brilhantismo as funções de cronista esportivo e faleceu no dia 26 de março, em decorrência de um infarto fulminante após uma partida de futebol com os amigos.

O radialista esportivo foi um dos seis sobreviventes, único jornalista, do desastre aéreo com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para a disputa final da Copa Sul-Americana de Futebol, na Colômbia em novembro de 2016, vitimando 71 pessoas, entre elas o ex-presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho.

Casado e pai de um filho, Rafael Henzel tinha 45 anos e procurava transmitir sua inabalável fé pela vida em constantes palestras e no livro que escreveu “Viva como se estivesse de partida”, transformando-se  num dos símbolos da reconstrução da Associação Chapecoense de Futebol, após a tragédia que abalou o mundo.

,

Jornalista Rafael Henzel será homenageado

A Federação Catarinense de Futebol irá homenagear a memória do jornalista Rafael Henzel nomeando os troféus que premiarão campeão e vice da Copa Santa Catarina SICOOB 2019 de troféus “Jornalista Rafael Henzel”. A competição conhecerá seus finalistas no próximo domingo (10) e a grande decisão será no dia 24 de novembro. Marcílio Dias, Brusque, Tubarão e Avaí disputam o título.

Rafael Henzel foi narrador esportivo da Rádio Oeste Capital, onde exercia com brilhantismo as funções de cronista esportivo e faleceu no dia 26 de março, em decorrência de um infarto fulminante após uma partida de futebol com os amigos.

O radialista esportivo foi um dos seis sobreviventes, único jornalista, do desastre aéreo com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para a disputa final da Copa Sul-Americana de Futebol, na Colômbia em novembro de 2016, vitimando 71 pessoas, entre elas o ex-presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho.

Casado e pai de um filho, Rafael Henzel tinha 45 anos e procurava transmitir sua inabalável fé pela vida em constantes palestras e no livro que escreveu “Viva como se estivesse de partida”, transformando-se  num dos símbolos da reconstrução da Associação Chapecoense de Futebol, após a tragédia que abalou o mundo.