Time de voleibol vence em São Ludgero

Pela 1ª etapa da Liga Sul, dos quatro jogos disputados o voleibol do município venceu três. A competição ocorreu neste domingo (7), na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI), em São Ludgero, e reuniu atletas de cinco cidades diferentes.

Os 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, derrotaram por dois sets a zero as equipes de São Ludgero, AABB/Florianópolis e Elase. Braço do Norte superou os tubaronenses no primeiro jogo, por 2 a 0. Na classificação final da fase, Tubarão finalizou em segundo lugar. Confira a tabela:

Tabela

1º CME BRAÇO DO NORTE

2º FME TUBARAO

3º ELASE

4º AABB/ FPOLIS

5º CME SÃO LUDGERO

Time de voleibol vence em São Ludgero

Pela 1ª etapa da Liga Sul, dos quatro jogos disputados o voleibol do município venceu três. A competição ocorreu neste domingo (7), na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI), em São Ludgero, e reuniu atletas de cinco cidades diferentes.

Os 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, derrotaram por dois sets a zero as equipes de São Ludgero, AABB/Florianópolis e Elase. Braço do Norte superou os tubaronenses no primeiro jogo, por 2 a 0. Na classificação final da fase, Tubarão finalizou em segundo lugar. Confira a tabela:

Tabela

1º CME BRAÇO DO NORTE

2º FME TUBARAO

3º ELASE

4º AABB/ FPOLIS

5º CME SÃO LUDGERO

Time de voleibol vence em São Ludgero

Pela 1ª etapa da Liga Sul, dos quatro jogos disputados o voleibol do município venceu três. A competição ocorreu neste domingo (7), na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI), em São Ludgero, e reuniu atletas de cinco cidades diferentes.

Os 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, derrotaram por dois sets a zero as equipes de São Ludgero, AABB/Florianópolis e Elase. Braço do Norte superou os tubaronenses no primeiro jogo, por 2 a 0. Na classificação final da fase, Tubarão finalizou em segundo lugar. Confira a tabela:

Tabela

1º CME BRAÇO DO NORTE

2º FME TUBARAO

3º ELASE

4º AABB/ FPOLIS

5º CME SÃO LUDGERO

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Érick/Hewerthon após vencerem na grande final Boca/Carbone conquistaram o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu “Vitta Laranja”. As disputas finais aconteceram no sábado, 6 de julho, das 14 às 17 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família.

As disputas iniciaram com dois confrontos das semifinais, sendo que os vencedores decidiriam o título e os perdedores o terceiro lugar. Érick/Hewerthon e Boca/Carbone venceram e foram para disputa do título. Boca/Carbone foram superiores no primeiro set vencendo por 18×13, sendo que Érick/Hewerthon reagiram no segundo set e mostraram muita determinação vencendo por 18×08. O terceiro set foi muito disputado e Érick/Hewerthon foram superiores vencendo pelo placar de 17×15. Na disputa do terceiro lugar, o primeiro set foi disputado ponto a ponto e Henrique/Bigode venceram por 16×14, o segundo set Jânio/Celei foram superiores vencendo por 16×14. E, com mais um set equilibrado, Henrique/Bigode venceram o terceiro pelo placar 15×13, conquistando o terceiro lugar.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. Além de troféu e medalhas, R$ 3.300,00 em premiações foram entregues. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. A população de São Ludgero começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana, bem como todas as equipes participantes e parabeniza os finalistas. “É mais uma competição que iniciamos que teve muito êxito em sua primeira edição. É com união e esforço conjunto que seguimos contribuindo para que São Ludgero a cada dia se consolide como Cidade dos Esportes. Parabéns a todos os envolvidos”, enfatiza o Diretor.

As disputas das semifinais e finais foram prestigiadas pela Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Sirlene Machado Cunha Joaquim, o Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Pereira, e o vereador Valério Becker, torcedores e apoiadores.

     

      Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro foram:

1º colocado: R$ 1.500,00 – Érick/Hewerthon

2º colocado: R$ 800,00 – Boca/Carbone

3º colocado: R$ 600,00 – Henrique/Bigode

4º colocado: R$ 400,00 – Jânio/Celei

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Érick/Hewerthon após vencerem na grande final Boca/Carbone conquistaram o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu “Vitta Laranja”. As disputas finais aconteceram no sábado, 6 de julho, das 14 às 17 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família.

As disputas iniciaram com dois confrontos das semifinais, sendo que os vencedores decidiriam o título e os perdedores o terceiro lugar. Érick/Hewerthon e Boca/Carbone venceram e foram para disputa do título. Boca/Carbone foram superiores no primeiro set vencendo por 18×13, sendo que Érick/Hewerthon reagiram no segundo set e mostraram muita determinação vencendo por 18×08. O terceiro set foi muito disputado e Érick/Hewerthon foram superiores vencendo pelo placar de 17×15. Na disputa do terceiro lugar, o primeiro set foi disputado ponto a ponto e Henrique/Bigode venceram por 16×14, o segundo set Jânio/Celei foram superiores vencendo por 16×14. E, com mais um set equilibrado, Henrique/Bigode venceram o terceiro pelo placar 15×13, conquistando o terceiro lugar.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. Além de troféu e medalhas, R$ 3.300,00 em premiações foram entregues. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. A população de São Ludgero começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana, bem como todas as equipes participantes e parabeniza os finalistas. “É mais uma competição que iniciamos que teve muito êxito em sua primeira edição. É com união e esforço conjunto que seguimos contribuindo para que São Ludgero a cada dia se consolide como Cidade dos Esportes. Parabéns a todos os envolvidos”, enfatiza o Diretor.

As disputas das semifinais e finais foram prestigiadas pela Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Sirlene Machado Cunha Joaquim, o Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Pereira, e o vereador Valério Becker, torcedores e apoiadores.

     

      Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro foram:

1º colocado: R$ 1.500,00 – Érick/Hewerthon

2º colocado: R$ 800,00 – Boca/Carbone

3º colocado: R$ 600,00 – Henrique/Bigode

4º colocado: R$ 400,00 – Jânio/Celei

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Érick/Hewerthon após vencerem na grande final Boca/Carbone conquistaram o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu “Vitta Laranja”. As disputas finais aconteceram no sábado, 6 de julho, das 14 às 17 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família.

As disputas iniciaram com dois confrontos das semifinais, sendo que os vencedores decidiriam o título e os perdedores o terceiro lugar. Érick/Hewerthon e Boca/Carbone venceram e foram para disputa do título. Boca/Carbone foram superiores no primeiro set vencendo por 18×13, sendo que Érick/Hewerthon reagiram no segundo set e mostraram muita determinação vencendo por 18×08. O terceiro set foi muito disputado e Érick/Hewerthon foram superiores vencendo pelo placar de 17×15. Na disputa do terceiro lugar, o primeiro set foi disputado ponto a ponto e Henrique/Bigode venceram por 16×14, o segundo set Jânio/Celei foram superiores vencendo por 16×14. E, com mais um set equilibrado, Henrique/Bigode venceram o terceiro pelo placar 15×13, conquistando o terceiro lugar.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. Além de troféu e medalhas, R$ 3.300,00 em premiações foram entregues. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. A população de São Ludgero começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana, bem como todas as equipes participantes e parabeniza os finalistas. “É mais uma competição que iniciamos que teve muito êxito em sua primeira edição. É com união e esforço conjunto que seguimos contribuindo para que São Ludgero a cada dia se consolide como Cidade dos Esportes. Parabéns a todos os envolvidos”, enfatiza o Diretor.

As disputas das semifinais e finais foram prestigiadas pela Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Sirlene Machado Cunha Joaquim, o Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Pereira, e o vereador Valério Becker, torcedores e apoiadores.

     

      Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro foram:

1º colocado: R$ 1.500,00 – Érick/Hewerthon

2º colocado: R$ 800,00 – Boca/Carbone

3º colocado: R$ 600,00 – Henrique/Bigode

4º colocado: R$ 400,00 – Jânio/Celei

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode. Quem conquistará o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu Vitta Laranja?

Com a expectativa de bom público e muita habilidade por parte dos atletas, sábado, 6 de julho, a partir das 14 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família, acontecem as disputas finais do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero “Troféu Vitta Laranja” que além de troféu e medalhas entregará  R$ 3.500,00 em premiações. Quem conquistará o título: Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode?

O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. O objetivo é colocar a bola no outro lado. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O interesse despertou a atenção da Comissão Municipal de Esportes e a ideia foi abraçada pela Administração Municipal de São Ludgero. A população começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro. Adaptaram o vôlei tradicional para ser jogado com os pés. Ao longo das décadas, o futevôlei popularizou pelo Brasil e o mundo, com grande impulso dado na década de 90, com a forte adesão de jogadores e ex-jogadores de futebol, inclusive, craques consagrados.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana. “É desta forma, com um esforço conjunto, responsabilidade, e união que São Ludgero vai a cada dia se consolidando como Cidade dos Esportes. Agradecimento a todos que estão prestigiando e incentivando esta modalidade”, enfatiza o Diretor.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. No sábado, quem ganhar os dois confrontos, disputarão o título da competição e os dois perdedores o terceiro lugar. É importante esclarecer que cada equipe era formada por dois titulares com direito a um reserva.

  Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro:

1º colocado: R$ 1.500,00

2º colocado: R$ 1.000,00

3º colocado: R$ 600,00

4º colocado: R$ 400,00

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode. Quem conquistará o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu Vitta Laranja?

Com a expectativa de bom público e muita habilidade por parte dos atletas, sábado, 6 de julho, a partir das 14 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família, acontecem as disputas finais do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero “Troféu Vitta Laranja” que além de troféu e medalhas entregará  R$ 3.500,00 em premiações. Quem conquistará o título: Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode?

O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. O objetivo é colocar a bola no outro lado. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O interesse despertou a atenção da Comissão Municipal de Esportes e a ideia foi abraçada pela Administração Municipal de São Ludgero. A população começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro. Adaptaram o vôlei tradicional para ser jogado com os pés. Ao longo das décadas, o futevôlei popularizou pelo Brasil e o mundo, com grande impulso dado na década de 90, com a forte adesão de jogadores e ex-jogadores de futebol, inclusive, craques consagrados.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana. “É desta forma, com um esforço conjunto, responsabilidade, e união que São Ludgero vai a cada dia se consolidando como Cidade dos Esportes. Agradecimento a todos que estão prestigiando e incentivando esta modalidade”, enfatiza o Diretor.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. No sábado, quem ganhar os dois confrontos, disputarão o título da competição e os dois perdedores o terceiro lugar. É importante esclarecer que cada equipe era formada por dois titulares com direito a um reserva.

  Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro:

1º colocado: R$ 1.500,00

2º colocado: R$ 1.000,00

3º colocado: R$ 600,00

4º colocado: R$ 400,00

1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero

Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode. Quem conquistará o título do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero troféu Vitta Laranja?

Com a expectativa de bom público e muita habilidade por parte dos atletas, sábado, 6 de julho, a partir das 14 horas, na Quadra de Areia da Praça da Família, acontecem as disputas finais do 1º Campeonato Municipal de Futevôlei de São Ludgero “Troféu Vitta Laranja” que além de troféu e medalhas entregará  R$ 3.500,00 em premiações. Quem conquistará o título: Boca/Carbone, Jânio/Celei, Érick/Hewerthon ou Henrique/Bigode?

O esporte exige toques suaves, pernas fortes, reflexos velozes, utilizando os pés, ombros, pernas e a cabeça. O objetivo é colocar a bola no outro lado. A competição iniciou em 26 de abril, com 18 equipes divididas em três chaves. No início deste ano de 2019, os praticantes do Futevôlei em São Ludgero organizaram um torneio com 10 equipes disputando. O interesse despertou a atenção da Comissão Municipal de Esportes e a ideia foi abraçada pela Administração Municipal de São Ludgero. A população começou a conhecer um pouco mais a modalidade que teve origem na década de 60, no Rio de Janeiro. Adaptaram o vôlei tradicional para ser jogado com os pés. Ao longo das décadas, o futevôlei popularizou pelo Brasil e o mundo, com grande impulso dado na década de 90, com a forte adesão de jogadores e ex-jogadores de futebol, inclusive, craques consagrados.

O Diretor da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, faz questão de agradecer ao grupo de apoio formado por Murilo Debona, Rodrigo Carbone, Bena L. Fraga, André Luiz Martins e Jeferson Santana. “É desta forma, com um esforço conjunto, responsabilidade, e união que São Ludgero vai a cada dia se consolidando como Cidade dos Esportes. Agradecimento a todos que estão prestigiando e incentivando esta modalidade”, enfatiza o Diretor.

A competição levou o nome da empresa Vitta Laranja, do empresário Jânio Baschirotto, um dos praticantes da modalidade esportiva que cresce na cidade. No sábado, quem ganhar os dois confrontos, disputarão o título da competição e os dois perdedores o terceiro lugar. É importante esclarecer que cada equipe era formada por dois titulares com direito a um reserva.

  Além de troféus e medalhas, as premiações em dinheiro:

1º colocado: R$ 1.500,00

2º colocado: R$ 1.000,00

3º colocado: R$ 600,00

4º colocado: R$ 400,00

Em São Ludgero, vôlei masculino disputa campeonato

Pela 1ª etapa da Liga Sul, o voleibol do município encara jogos fora de casa. Neste domingo (7), 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, encaram duas partidas, em São Ludgero, na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI).

O primeiro jogo é contra a equipe de Braço do Norte, às 8h30. Na segunda partida o adversário é Lages. Dependendo dos resultados, há chances do elenco entrar em quadra novamente.

O vôlei masculino conta com o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.

Em São Ludgero, vôlei masculino disputa campeonato

Pela 1ª etapa da Liga Sul, o voleibol do município encara jogos fora de casa. Neste domingo (7), 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, encaram duas partidas, em São Ludgero, na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI).

O primeiro jogo é contra a equipe de Braço do Norte, às 8h30. Na segunda partida o adversário é Lages. Dependendo dos resultados, há chances do elenco entrar em quadra novamente.

O vôlei masculino conta com o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.

Em São Ludgero, vôlei masculino disputa campeonato

Pela 1ª etapa da Liga Sul, o voleibol do município encara jogos fora de casa. Neste domingo (7), 12 garotos do Pré-Mirim, categoria até 14 anos, encaram duas partidas, em São Ludgero, na Associação dos Funcionários Incoplast (AFAI).

O primeiro jogo é contra a equipe de Braço do Norte, às 8h30. Na segunda partida o adversário é Lages. Dependendo dos resultados, há chances do elenco entrar em quadra novamente.

O vôlei masculino conta com o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.

7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte

UPV e Seven Fit foram as equipes campeãs do 7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte.

As equipes Viva Vôlei e Ótica Ramos conquistaram o segundo lugar.

7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte

UPV e Seven Fit foram as equipes campeãs do 7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte.

As equipes Viva Vôlei e Ótica Ramos conquistaram o segundo lugar.

7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte

UPV e Seven Fit foram as equipes campeãs do 7o Municipal de Voleibol de Braço do Norte.

As equipes Viva Vôlei e Ótica Ramos conquistaram o segundo lugar.

Tubarão foi sede de competição de Voleibol

Ao som da torcida gritando “eu acredito”, as meninas da Associação de Voleibol Tubaronense (AVT) mais uma vez encheram o coração de orgulho de quem esteve na arquibancada. Pais, familiares e os amantes do voleibol estiverem reunidos neste domingo (23), no ginásio Paulo Jacob May, onde ocorreu a 1° etapa da Liga Voleibol de Santa Catarina, categoria Pré-Mirim, feminino. O time da Cidade Azul jogou quatro partidas: contra a APAV/Forquilhinha, CME/Braço do Norte, Sest Senat/ Treviso e AVOFEL/Lages.

Embora o resultado tenha sido negativo para as tubaronenses, a treinadora Greysian Felisberto enaltece e comemora o desempenho das atletas. “Não tivemos nenhuma vitória como nas outras categorias, mas foi um aprendizado e tanto para as meninas de 12 e 13 anos. Afinal, jogamos contra equipes que treinam há três anos. Estamos somente com três meses de trabalho. Estamos no caminho”, ressalta.

Sobre o município ser sede do evento esportivo, segundo a técnica, não faltaram elogios. Tanto a comissão técnica das outras equipes, como a arbitragem destacaram a estrutura disponível da cidade. “Tubarão está de parabéns! É só o início e vamos colocá-la novamente no mais alto degrau, como já foi um dia”, destaca.

A Associação Tubaronense de Voleibol (AVT) conta com apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte. O projeto da AVT teve início neste ano e conta com 90 meninas entre 10 e 17 anos. Os testes para quem quiser participar do grupo feminino ocorrem no ginásio do Sesc, nas terças-feiras às 15h30, para idades de 12 a 16 anos e nas sextas-feiras, às 17h30 para idades entre 10 e 11 anos.

Tubarão foi sede de competição de Voleibol

Ao som da torcida gritando “eu acredito”, as meninas da Associação de Voleibol Tubaronense (AVT) mais uma vez encheram o coração de orgulho de quem esteve na arquibancada. Pais, familiares e os amantes do voleibol estiverem reunidos neste domingo (23), no ginásio Paulo Jacob May, onde ocorreu a 1° etapa da Liga Voleibol de Santa Catarina, categoria Pré-Mirim, feminino. O time da Cidade Azul jogou quatro partidas: contra a APAV/Forquilhinha, CME/Braço do Norte, Sest Senat/ Treviso e AVOFEL/Lages.

Embora o resultado tenha sido negativo para as tubaronenses, a treinadora Greysian Felisberto enaltece e comemora o desempenho das atletas. “Não tivemos nenhuma vitória como nas outras categorias, mas foi um aprendizado e tanto para as meninas de 12 e 13 anos. Afinal, jogamos contra equipes que treinam há três anos. Estamos somente com três meses de trabalho. Estamos no caminho”, ressalta.

Sobre o município ser sede do evento esportivo, segundo a técnica, não faltaram elogios. Tanto a comissão técnica das outras equipes, como a arbitragem destacaram a estrutura disponível da cidade. “Tubarão está de parabéns! É só o início e vamos colocá-la novamente no mais alto degrau, como já foi um dia”, destaca.

A Associação Tubaronense de Voleibol (AVT) conta com apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte. O projeto da AVT teve início neste ano e conta com 90 meninas entre 10 e 17 anos. Os testes para quem quiser participar do grupo feminino ocorrem no ginásio do Sesc, nas terças-feiras às 15h30, para idades de 12 a 16 anos e nas sextas-feiras, às 17h30 para idades entre 10 e 11 anos.

Tubarão foi sede de competição de Voleibol

Ao som da torcida gritando “eu acredito”, as meninas da Associação de Voleibol Tubaronense (AVT) mais uma vez encheram o coração de orgulho de quem esteve na arquibancada. Pais, familiares e os amantes do voleibol estiverem reunidos neste domingo (23), no ginásio Paulo Jacob May, onde ocorreu a 1° etapa da Liga Voleibol de Santa Catarina, categoria Pré-Mirim, feminino. O time da Cidade Azul jogou quatro partidas: contra a APAV/Forquilhinha, CME/Braço do Norte, Sest Senat/ Treviso e AVOFEL/Lages.

Embora o resultado tenha sido negativo para as tubaronenses, a treinadora Greysian Felisberto enaltece e comemora o desempenho das atletas. “Não tivemos nenhuma vitória como nas outras categorias, mas foi um aprendizado e tanto para as meninas de 12 e 13 anos. Afinal, jogamos contra equipes que treinam há três anos. Estamos somente com três meses de trabalho. Estamos no caminho”, ressalta.

Sobre o município ser sede do evento esportivo, segundo a técnica, não faltaram elogios. Tanto a comissão técnica das outras equipes, como a arbitragem destacaram a estrutura disponível da cidade. “Tubarão está de parabéns! É só o início e vamos colocá-la novamente no mais alto degrau, como já foi um dia”, destaca.

A Associação Tubaronense de Voleibol (AVT) conta com apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação Municipal de Esporte. O projeto da AVT teve início neste ano e conta com 90 meninas entre 10 e 17 anos. Os testes para quem quiser participar do grupo feminino ocorrem no ginásio do Sesc, nas terças-feiras às 15h30, para idades de 12 a 16 anos e nas sextas-feiras, às 17h30 para idades entre 10 e 11 anos.

Voleibol de São Ludgero – Viva Vôlei e Braço do Norte são campeões

Viva Vôlei e Braço do Norte conquistam os títulos dos Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

As equipes do Viva Vôlei e Braço do Norte venceram as finais e comemoram os títulos do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”. Os jogos aconteceram na noite de ontem, sexta-feira, 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas, com bom público prestigiando.

No feminino o Viva Vôlei venceu o Vôlei Mania pelo placar de 3 sets a 1, com as parciais de 25×17, 25×16, 20×25 e 25×17. Já no masculino Braço do Norte, pelo mesmo placar 3 sets a 1, venceu a equipe do Carvoeiros/Criciúma com os resultados 25×16, 23×25, 25×18 e 25×20.

Para o professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, foram dois jogos bem disputados, deixando claro o potencial das competições e ótimas expectativas para 2020. “Agradecimento a todas as equipes, atletas, arbitragem, as pessoas que prestigiaram os jogos, equipe da CME comandada pelo Mores e todos que estiveram envolvidos direto e indiretamente para o êxito das competições”, ressalta o professor.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Voleibol de São Ludgero – Viva Vôlei e Braço do Norte são campeões

Viva Vôlei e Braço do Norte conquistam os títulos dos Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

As equipes do Viva Vôlei e Braço do Norte venceram as finais e comemoram os títulos do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”. Os jogos aconteceram na noite de ontem, sexta-feira, 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas, com bom público prestigiando.

No feminino o Viva Vôlei venceu o Vôlei Mania pelo placar de 3 sets a 1, com as parciais de 25×17, 25×16, 20×25 e 25×17. Já no masculino Braço do Norte, pelo mesmo placar 3 sets a 1, venceu a equipe do Carvoeiros/Criciúma com os resultados 25×16, 23×25, 25×18 e 25×20.

Para o professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, foram dois jogos bem disputados, deixando claro o potencial das competições e ótimas expectativas para 2020. “Agradecimento a todas as equipes, atletas, arbitragem, as pessoas que prestigiaram os jogos, equipe da CME comandada pelo Mores e todos que estiveram envolvidos direto e indiretamente para o êxito das competições”, ressalta o professor.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Voleibol de São Ludgero – Viva Vôlei e Braço do Norte são campeões

Viva Vôlei e Braço do Norte conquistam os títulos dos Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

As equipes do Viva Vôlei e Braço do Norte venceram as finais e comemoram os títulos do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”. Os jogos aconteceram na noite de ontem, sexta-feira, 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas, com bom público prestigiando.

No feminino o Viva Vôlei venceu o Vôlei Mania pelo placar de 3 sets a 1, com as parciais de 25×17, 25×16, 20×25 e 25×17. Já no masculino Braço do Norte, pelo mesmo placar 3 sets a 1, venceu a equipe do Carvoeiros/Criciúma com os resultados 25×16, 23×25, 25×18 e 25×20.

Para o professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, foram dois jogos bem disputados, deixando claro o potencial das competições e ótimas expectativas para 2020. “Agradecimento a todas as equipes, atletas, arbitragem, as pessoas que prestigiaram os jogos, equipe da CME comandada pelo Mores e todos que estiveram envolvidos direto e indiretamente para o êxito das competições”, ressalta o professor.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Quem conquistará os títulos dos Campeonatos de Voleibol Feminino e Masculino de São Ludgero na noite de hoje?

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem hoje, dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes. Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania.

Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Quem conquistará os títulos dos Campeonatos de Voleibol Feminino e Masculino de São Ludgero na noite de hoje?

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem hoje, dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes. Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania.

Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Quem conquistará os títulos dos Campeonatos de Voleibol Feminino e Masculino de São Ludgero na noite de hoje?

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem hoje, dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes. Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania.

Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

Disputaram o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputaram o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem no dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

    Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

   Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e ontem, 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, ontem, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania. Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de ontem, 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

   O professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, ao fazer comentário sobre as competições diz que no Feminino o destaque foi a volta da equipe Fênix e no Masculino a nova proposta de abrir a competição oportunizou jogos mais disputados e motivação aos atletas locais. “A avaliação é muito positiva em relação aos dois campeonatos e aproveito para convidar as famílias de São Ludgero e região para prestigiarem as finais no dia 24 de maio”, pontuou o professor.

Disputou o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputou o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem no dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

    Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

   Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e ontem, 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, ontem, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania. Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de ontem, 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

   O professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, ao fazer comentário sobre as competições diz que no Feminino o destaque foi a volta da equipe Fênix e no Masculino a nova proposta de abrir a competição oportunizou jogos mais disputados e motivação aos atletas locais. “A avaliação é muito positiva em relação aos dois campeonatos e aproveito para convidar as famílias de São Ludgero e região para prestigiarem as finais no dia 24 de maio”, pontuou o professor.

Disputou o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputou o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Campeonatos de Voleibol de São Ludgero

Vôlei Mania ou Viva Vôlei. Quem levantará a taça do 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero? E no 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” quem levará a melhor na grande final? Carvoeiros/Criciúma ou Braço do Norte. Os jogos finais das duas competições acontecem no dia 24 de maio, no Ginásio Municipal Lino Philippi, a partir das 20 horas. Expectativa é de bom público prestigiando.

    Ambas as competições iniciaram no dia 1º de abril e as disputas aconteceram nas segundas e quartas-feiras. O 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero foi disputado por cinco equipes e o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero” por seis equipes.

   Os últimos jogos do cruzamento aconteceram nos dias 8 de maio e ontem, 15 de maio. No Feminino o Vôlei Mania aplicou 3 sets a 0 no dia 8 jogando contra Quadrivôlei e o Viva Vôlei também venceu pelo mesmo placar, 3 sets a 0, a equipe do Vôlei de Sexa, ontem, dia 15 de maio. A atual campeã é a Vôlei Mania. Já no Masculino no dia 8 o Carvoeiros/Criciúma bateu a Eletrocel/M. Becker pelo placar de 3 sets a 0 e na noite de ontem, 15 de maio, a equipe de Braço do Norte venceu por 3 sets a 1 a equipe do Mar Grosso/SL.

   O professor da Escola Municipal de Voleibol, Amarildo Gomes, ao fazer comentário sobre as competições diz que no Feminino o destaque foi a volta da equipe Fênix e no Masculino a nova proposta de abrir a competição oportunizou jogos mais disputados e motivação aos atletas locais. “A avaliação é muito positiva em relação aos dois campeonatos e aproveito para convidar as famílias de São Ludgero e região para prestigiarem as finais no dia 24 de maio”, pontuou o professor.

Disputou o 1º Campeonato Aberto de Voleibol Masculino taça “São Ludgero”:

– Eletrocel/M. Becker

– Braço do Norte

– Morro da Fumaça

– Carvoeiros/Criciúma

– Mar Grosso/SL

– Pizza Vôlei

Disputou o 12º Campeonato Municipal de Voleibol Adulto Feminino de São Ludgero:

– Vôlei Mania

– Quadrivôlei

– Viva Vôlei

– Vôlei de Sexta

– Fênix

Voleibol Tubaronense

Atletas da Associação Tubaronense de Voleibol participam da 1ª etapa da Liga Santa Catarina

Assimilar a ideia da perda e absorver o aprendizado por trás das dificuldades é desafiante para qualquer atleta. Em pré-adolescentes, a derrota é um assunto sensível de ser explicado e compreendido, afinal, dependendo do contexto, ela pode significar o fim da carreira esportiva. Perder por 25×2 logo no primeiro set de uma disputa, pode desmotivar até os mais experientes no voleibol – não as meninas que integram a Associação Tubaronense de Voleibol (ATV). Jogando pela 1ª etapa da Liga Santa Catarina, a equipe Mirim perdeu os seis sets em que disputou. O campeonato ocorreu na Associação Atlética Banco do Brasil, Florianópolis, neste fim de semana.

Enquanto o cenário poderia ser de tristeza, em nenhum momento a força de vontade das pequenas deu trégua entre os jogos. “Elas não se deixaram abater e, na última partida fizeram saques, ralis, defesas, ataques, levantamentos, dignos de aplausos do ginásio todo”, enaltece a treinadora, Greysian Felisberto. Quem viu de perto a estreia e apoiou junto foram os pais da garotada, que revelam estar orgulhosos do projeto que tem sido feito pela ATV. “Elas foram campeãs dos seus medos, do desconhecido do que seria um jogo oficial, de como é uma substituição, de entender a arbitragem. Ver a alegria da minha filha, mesmo extasiada de cansaço… é outra menina”, observa André Rozeng Martins, pai da atleta Marina Eugênio Martins.

Os familiares que não puderem acompanhar a equipe revelam que a vibração e energia continuou até quando chegaram nos lares, ao ouvir das filhas o relato de como foi. Para estes, André ainda deixa um recado. “Uma dica aos pais: reservem o tempo para irmos em pesos nas próximas chances. Uma das melhores sensações é torcer pelos nossos”, destaca.

Nas próximas semanas, a Associação Tubaronense de Voleibol participa das categorias Infanto, Infantil, Pré-iniciante e Iniciante da Liga Santa Catarina e ainda compete a fase inicial da Olesc. “Seguimos fortes”, enfatiza a técnica Greysian. Os treinos da modalidade ocorrem às terças, quintas e sextas-feiras, às 13h30, no Sesc, e aos sábados na Unisul. É importante revelar que o projeto da Associação teve início ainda este ano e tem o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.  

Voleibol Tubaronense

Atletas da Associação Tubaronense de Voleibol participam da 1ª etapa da Liga Santa Catarina

Assimilar a ideia da perda e absorver o aprendizado por trás das dificuldades é desafiante para qualquer atleta. Em pré-adolescentes, a derrota é um assunto sensível de ser explicado e compreendido, afinal, dependendo do contexto, ela pode significar o fim da carreira esportiva. Perder por 25×2 logo no primeiro set de uma disputa, pode desmotivar até os mais experientes no voleibol – não as meninas que integram a Associação Tubaronense de Voleibol (ATV). Jogando pela 1ª etapa da Liga Santa Catarina, a equipe Mirim perdeu os seis sets em que disputou. O campeonato ocorreu na Associação Atlética Banco do Brasil, Florianópolis, neste fim de semana.

Enquanto o cenário poderia ser de tristeza, em nenhum momento a força de vontade das pequenas deu trégua entre os jogos. “Elas não se deixaram abater e, na última partida fizeram saques, ralis, defesas, ataques, levantamentos, dignos de aplausos do ginásio todo”, enaltece a treinadora, Greysian Felisberto. Quem viu de perto a estreia e apoiou junto foram os pais da garotada, que revelam estar orgulhosos do projeto que tem sido feito pela ATV. “Elas foram campeãs dos seus medos, do desconhecido do que seria um jogo oficial, de como é uma substituição, de entender a arbitragem. Ver a alegria da minha filha, mesmo extasiada de cansaço… é outra menina”, observa André Rozeng Martins, pai da atleta Marina Eugênio Martins.

Os familiares que não puderem acompanhar a equipe revelam que a vibração e energia continuou até quando chegaram nos lares, ao ouvir das filhas o relato de como foi. Para estes, André ainda deixa um recado. “Uma dica aos pais: reservem o tempo para irmos em pesos nas próximas chances. Uma das melhores sensações é torcer pelos nossos”, destaca.

Nas próximas semanas, a Associação Tubaronense de Voleibol participa das categorias Infanto, Infantil, Pré-iniciante e Iniciante da Liga Santa Catarina e ainda compete a fase inicial da Olesc. “Seguimos fortes”, enfatiza a técnica Greysian. Os treinos da modalidade ocorrem às terças, quintas e sextas-feiras, às 13h30, no Sesc, e aos sábados na Unisul. É importante revelar que o projeto da Associação teve início ainda este ano e tem o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.  

Voleibol Tubaronense

Atletas da Associação Tubaronense de Voleibol participam da 1ª etapa da Liga Santa Catarina

Assimilar a ideia da perda e absorver o aprendizado por trás das dificuldades é desafiante para qualquer atleta. Em pré-adolescentes, a derrota é um assunto sensível de ser explicado e compreendido, afinal, dependendo do contexto, ela pode significar o fim da carreira esportiva. Perder por 25×2 logo no primeiro set de uma disputa, pode desmotivar até os mais experientes no voleibol – não as meninas que integram a Associação Tubaronense de Voleibol (ATV). Jogando pela 1ª etapa da Liga Santa Catarina, a equipe Mirim perdeu os seis sets em que disputou. O campeonato ocorreu na Associação Atlética Banco do Brasil, Florianópolis, neste fim de semana.

Enquanto o cenário poderia ser de tristeza, em nenhum momento a força de vontade das pequenas deu trégua entre os jogos. “Elas não se deixaram abater e, na última partida fizeram saques, ralis, defesas, ataques, levantamentos, dignos de aplausos do ginásio todo”, enaltece a treinadora, Greysian Felisberto. Quem viu de perto a estreia e apoiou junto foram os pais da garotada, que revelam estar orgulhosos do projeto que tem sido feito pela ATV. “Elas foram campeãs dos seus medos, do desconhecido do que seria um jogo oficial, de como é uma substituição, de entender a arbitragem. Ver a alegria da minha filha, mesmo extasiada de cansaço… é outra menina”, observa André Rozeng Martins, pai da atleta Marina Eugênio Martins.

Os familiares que não puderem acompanhar a equipe revelam que a vibração e energia continuou até quando chegaram nos lares, ao ouvir das filhas o relato de como foi. Para estes, André ainda deixa um recado. “Uma dica aos pais: reservem o tempo para irmos em pesos nas próximas chances. Uma das melhores sensações é torcer pelos nossos”, destaca.

Nas próximas semanas, a Associação Tubaronense de Voleibol participa das categorias Infanto, Infantil, Pré-iniciante e Iniciante da Liga Santa Catarina e ainda compete a fase inicial da Olesc. “Seguimos fortes”, enfatiza a técnica Greysian. Os treinos da modalidade ocorrem às terças, quintas e sextas-feiras, às 13h30, no Sesc, e aos sábados na Unisul. É importante revelar que o projeto da Associação teve início ainda este ano e tem o apoio da Prefeitura de Tubarão, por intermédio da Fundação de Esporte, com o programa Bolsa Técnico.