Árbitros e assistentes qualificados

Primeiro Seminário de Capacitação qualifica 47 árbitros e assistentes da região Sul

Com a participação de 47 árbitros e árbitros assistentes da região Sul do estado, o primeiro Seminário de Capacitação para arbitragem catarinense foi encerrado no sábado em Criciúma. O último dia de atividades teve trabalhos físicos e prática de campo, incluindo controle da área penal e impedimento. Ao final, todos os inscritos que cumpriram a carga horária exigida receberam certificados de participação chancelados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), Confederação Catarinense de Futebol (CBF) e Sindicato dos Árbitros de Futebol de Santa Catarina (SINAFESC).

O trabalho de campo começou cedo no Centro de Treinamentos do Criciúma. O Instrutor Físico Jolmerson de Carvalho coordenou os trabalhos, aplicando exercícios e técnicas de controle de área penal, impedimento e trabalho em equipe. De acordo com o professor de educação física, as atividades práticas foram desenvolvidas buscando uma arbitragem moderna, atualizada e independente, buscando conhecer o desenvolvimento tático do jogo e a evolução técnica da arbitragem.

Quanto aos árbitros, foram trabalhados o deslocamento, posicionamento, ângulo de visão, conceitos técnicos para interpretação das situações de jogo, faltas, entradas, faltas táticas, controle da área penal, leitura tática de logo e antecipação, além do trabalho em equipe nas situações das regras 11 e 12.

Os árbitros assistentes, por sua vez, além dos aspectos trabalhados pelos árbitros, incluiram treinamentos de corridas laterais e frontais, alinhamento com o penúltimo defensor ou a bola e passagem rápida verificada na saída do zagueiro e entrada do atacante.

Na avaliação do diretor do Departamento de Arbitragem da FCF, Marco Antônio Martins, o seminário atingiu os objetivos, registrando uma boa participação e excelente conteúdo programático. “Para renovar a arbitragem é preciso formar novos árbitros e aperfeiçoar o trabalho de todos. Este primeiro seminário foi fundamental no processo de padronização dos critérios. Esperamos que os próximos eventos tenham este mesmo sucesso”, concluiu Martins, agradecendo o presidente da FCF, Rubens Angelotti pelo apoio que vem dando a arbitragem catarinense, bem como os parceiros no projeto, como a CBF e o Sinafesc.

Árbitros e assistentes qualificados

Primeiro Seminário de Capacitação qualifica 47 árbitros e assistentes da região Sul

Com a participação de 47 árbitros e árbitros assistentes da região Sul do estado, o primeiro Seminário de Capacitação para arbitragem catarinense foi encerrado no sábado em Criciúma. O último dia de atividades teve trabalhos físicos e prática de campo, incluindo controle da área penal e impedimento. Ao final, todos os inscritos que cumpriram a carga horária exigida receberam certificados de participação chancelados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), Confederação Catarinense de Futebol (CBF) e Sindicato dos Árbitros de Futebol de Santa Catarina (SINAFESC).

O trabalho de campo começou cedo no Centro de Treinamentos do Criciúma. O Instrutor Físico Jolmerson de Carvalho coordenou os trabalhos, aplicando exercícios e técnicas de controle de área penal, impedimento e trabalho em equipe. De acordo com o professor de educação física, as atividades práticas foram desenvolvidas buscando uma arbitragem moderna, atualizada e independente, buscando conhecer o desenvolvimento tático do jogo e a evolução técnica da arbitragem.

Quanto aos árbitros, foram trabalhados o deslocamento, posicionamento, ângulo de visão, conceitos técnicos para interpretação das situações de jogo, faltas, entradas, faltas táticas, controle da área penal, leitura tática de logo e antecipação, além do trabalho em equipe nas situações das regras 11 e 12.

Os árbitros assistentes, por sua vez, além dos aspectos trabalhados pelos árbitros, incluiram treinamentos de corridas laterais e frontais, alinhamento com o penúltimo defensor ou a bola e passagem rápida verificada na saída do zagueiro e entrada do atacante.

Na avaliação do diretor do Departamento de Arbitragem da FCF, Marco Antônio Martins, o seminário atingiu os objetivos, registrando uma boa participação e excelente conteúdo programático. “Para renovar a arbitragem é preciso formar novos árbitros e aperfeiçoar o trabalho de todos. Este primeiro seminário foi fundamental no processo de padronização dos critérios. Esperamos que os próximos eventos tenham este mesmo sucesso”, concluiu Martins, agradecendo o presidente da FCF, Rubens Angelotti pelo apoio que vem dando a arbitragem catarinense, bem como os parceiros no projeto, como a CBF e o Sinafesc.

Árbitros e assistentes qualificados

Primeiro Seminário de Capacitação qualifica 47 árbitros e assistentes da região Sul

Com a participação de 47 árbitros e árbitros assistentes da região Sul do estado, o primeiro Seminário de Capacitação para arbitragem catarinense foi encerrado no sábado em Criciúma. O último dia de atividades teve trabalhos físicos e prática de campo, incluindo controle da área penal e impedimento. Ao final, todos os inscritos que cumpriram a carga horária exigida receberam certificados de participação chancelados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), Confederação Catarinense de Futebol (CBF) e Sindicato dos Árbitros de Futebol de Santa Catarina (SINAFESC).

O trabalho de campo começou cedo no Centro de Treinamentos do Criciúma. O Instrutor Físico Jolmerson de Carvalho coordenou os trabalhos, aplicando exercícios e técnicas de controle de área penal, impedimento e trabalho em equipe. De acordo com o professor de educação física, as atividades práticas foram desenvolvidas buscando uma arbitragem moderna, atualizada e independente, buscando conhecer o desenvolvimento tático do jogo e a evolução técnica da arbitragem.

Quanto aos árbitros, foram trabalhados o deslocamento, posicionamento, ângulo de visão, conceitos técnicos para interpretação das situações de jogo, faltas, entradas, faltas táticas, controle da área penal, leitura tática de logo e antecipação, além do trabalho em equipe nas situações das regras 11 e 12.

Os árbitros assistentes, por sua vez, além dos aspectos trabalhados pelos árbitros, incluiram treinamentos de corridas laterais e frontais, alinhamento com o penúltimo defensor ou a bola e passagem rápida verificada na saída do zagueiro e entrada do atacante.

Na avaliação do diretor do Departamento de Arbitragem da FCF, Marco Antônio Martins, o seminário atingiu os objetivos, registrando uma boa participação e excelente conteúdo programático. “Para renovar a arbitragem é preciso formar novos árbitros e aperfeiçoar o trabalho de todos. Este primeiro seminário foi fundamental no processo de padronização dos critérios. Esperamos que os próximos eventos tenham este mesmo sucesso”, concluiu Martins, agradecendo o presidente da FCF, Rubens Angelotti pelo apoio que vem dando a arbitragem catarinense, bem como os parceiros no projeto, como a CBF e o Sinafesc.