Tubarão | Denilson elogia sistema defensivo

 O zagueiro Denilson é sinônimo do bom momento do sistema defensivo do Tubarão. Com ele em campo, a equipe sofreu apenas um gol, de pênalti, nos últimos quatro jogos do Campeonato Catarinense. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o jogador falou sobre o entrosamento com seus dois companheiros de posição até aqui.
– Venho treinando forte. Cheguei aqui e não tive muitas oportunidades, mas nem por isso parei de trabalhar. Nosso time vem bem, sofremos só um gol nos últimos jogos. Isso é mérito de todo mundo, a marcação começa lá na frente. Me dei bem jogando tanto com o William Mineiro quanto com o Edimar – comentou.
Natural de Brasília, Denilson tem 23 anos e veio por empréstimo do Grêmio. Ele também acumula passagens pelo PSTC, do Paraná. Ciente das dificuldades na reta final do campeonato, o atleta faz questão de encarar cada jogo como uma decisão daqui para frente.
– Sábado será um confronto muito difícil com o Avaí, um time de Série A. Temos três finais pela frente. Se a gente não tomar gol, ficamos mais perto da vitória. Vamos tentar jogar de uma maneira inteligente. Sair de lá com pelo menos um ponto é muito importante – revelou.
O Peixe encara o Avaí no sábado, às 18h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. A equipe realiza o último treinamento antes da partida nesta sexta, e na sequência viaja para capital. A partida é válida pela 16ª rodada do Campeonato Catarinense. O Peixe ainda terá pela frente o Metropolitano, na quarta-feira, e o Joinville, no dia 7 de abril.

Tubarão | Denilson elogia sistema defensivo

 O zagueiro Denilson é sinônimo do bom momento do sistema defensivo do Tubarão. Com ele em campo, a equipe sofreu apenas um gol, de pênalti, nos últimos quatro jogos do Campeonato Catarinense. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o jogador falou sobre o entrosamento com seus dois companheiros de posição até aqui.
– Venho treinando forte. Cheguei aqui e não tive muitas oportunidades, mas nem por isso parei de trabalhar. Nosso time vem bem, sofremos só um gol nos últimos jogos. Isso é mérito de todo mundo, a marcação começa lá na frente. Me dei bem jogando tanto com o William Mineiro quanto com o Edimar – comentou.
Natural de Brasília, Denilson tem 23 anos e veio por empréstimo do Grêmio. Ele também acumula passagens pelo PSTC, do Paraná. Ciente das dificuldades na reta final do campeonato, o atleta faz questão de encarar cada jogo como uma decisão daqui para frente.
– Sábado será um confronto muito difícil com o Avaí, um time de Série A. Temos três finais pela frente. Se a gente não tomar gol, ficamos mais perto da vitória. Vamos tentar jogar de uma maneira inteligente. Sair de lá com pelo menos um ponto é muito importante – revelou.
O Peixe encara o Avaí no sábado, às 18h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. A equipe realiza o último treinamento antes da partida nesta sexta, e na sequência viaja para capital. A partida é válida pela 16ª rodada do Campeonato Catarinense. O Peixe ainda terá pela frente o Metropolitano, na quarta-feira, e o Joinville, no dia 7 de abril.

Tubarão | Denilson elogia sistema defensivo

 O zagueiro Denilson é sinônimo do bom momento do sistema defensivo do Tubarão. Com ele em campo, a equipe sofreu apenas um gol, de pênalti, nos últimos quatro jogos do Campeonato Catarinense. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o jogador falou sobre o entrosamento com seus dois companheiros de posição até aqui.
– Venho treinando forte. Cheguei aqui e não tive muitas oportunidades, mas nem por isso parei de trabalhar. Nosso time vem bem, sofremos só um gol nos últimos jogos. Isso é mérito de todo mundo, a marcação começa lá na frente. Me dei bem jogando tanto com o William Mineiro quanto com o Edimar – comentou.
Natural de Brasília, Denilson tem 23 anos e veio por empréstimo do Grêmio. Ele também acumula passagens pelo PSTC, do Paraná. Ciente das dificuldades na reta final do campeonato, o atleta faz questão de encarar cada jogo como uma decisão daqui para frente.
– Sábado será um confronto muito difícil com o Avaí, um time de Série A. Temos três finais pela frente. Se a gente não tomar gol, ficamos mais perto da vitória. Vamos tentar jogar de uma maneira inteligente. Sair de lá com pelo menos um ponto é muito importante – revelou.
O Peixe encara o Avaí no sábado, às 18h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. A equipe realiza o último treinamento antes da partida nesta sexta, e na sequência viaja para capital. A partida é válida pela 16ª rodada do Campeonato Catarinense. O Peixe ainda terá pela frente o Metropolitano, na quarta-feira, e o Joinville, no dia 7 de abril.